Skip to content

MST em Limeira

março 31, 2008

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) aumentou há pouco o seu contingente em Limeira. Seus objetivos parecem justos e grande parte da população é simpática a este movimento. Esta simpatia, entretanto, só pode ser devida à falta de informação, pois muito pouco é divulgado sobre a atuação nacional do MST. O colunista Ipojuca Pontes, escritor e ex-Secretário Nacional da Cultura, escreveu o seguinte esta semana para o website Mídia Sem Máscara:

“No dia 4 de março cerca de 900 militantes profissionalizados do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) e Via Campesina destruíram a Fazenda Tarumã, em Rosário do Sul, ocasião em que a reincidente ‘campesina’ Irma Maria Ostrosky, de foice na mão, tentou degolar o coronel Lauro Binsfield, da Brigada do Rio Grande do Sul. O coronel, para não morrer, defendeu o pescoço com um dos braços que, rasgado em suas carnes, levou sutura de 20 pontos.”

Este é apenas um dos muitos exemplos da crueldade sem limites deste falacioso movimento social. É preciso conhecer a verdade sobre o MST para não advogar a favor de criminosos, por ignorância de seus crimes, pois apenas a verdade nos fará livres da injustiça.

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: